quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Aquele outro não via...



Aquele Outro não via minha muita amplidão
Nada LHE bastava. Nem ígneas cantigas.
E agora vã, te pareço soberba, magnífica
E fodes como quem morre a última conquista
E ardes como desejei arder de santidade.
(E há luz na tua carne e tu palpitas.)

Ah, por que me vejo vasta e inflexível
Desejando um desejo vizinhante
De uma Fome irada e obsessiva?

Hilda Hilst

11 Desejosos(as) comentaram:

Eros disse...

Desejo sexual... o ópio dos bons amantes!

Beijos

AMANTES disse...

Infinita paixão...Beijo!

desejos-e-prazeres disse...

olà boa tarde, descobri o teu blogue sem querer e achei graça termos o mesmo nome hehehehe, beijokas

Helena Blue Moon disse...

Um desejo palpitante nunca se satisfaz com menos...
beijo!

Oana Gomez disse...

Eros,
bem viciante!
Beijos

Oana Gomez disse...

Amantes, sempre a paixão...
Beijo!

Oana Gomez disse...

desejos-e-prazeres,
antes de mais devo dizer-te que tens bom gosto na escolha dos nomes :))
beijokas

Oana Gomez disse...

Helena,
é verdade... um desejo palpitante nunca se satisfaz com menos...
beijo!

Anónimo disse...

pintar ou fotografar um(a) modelo é tão sensual. Adoro, mesmo que sinta que é quase uma tortura mantermo-nos atrás da tela ou da máquina, sem tocar...

http://my-skin-and-under.blogspot.com

Oana Gomez disse...

my skin,

calculo! Mas uma tortura de prazer... (boas torturas essas)

M4rciano disse...

"Sinto-te o calor
Do corpo que encerras imerso
E a terna concupiscência
De perseguir-te o leito."

(Num poema de um amigo)

Enviar um comentário